Mercado Financeiro

A B3 bateu novo recorde e os investidores apostam que a Câmara não dará prosseguimento a denúncia e Temer seguirá com a agenda de reformas. Dólar fecha em R$ 3,11.

 

São Paulo - O Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo (B3), alcançou na sexta-feira (15/09) novo recorde, chegando aos 75.756 pontos, com uma alta de 1,47%.  É a terceira que o índice se mantém acima do teto histórico de 73.516 pontos, registrado em 20 de maio de 2008. 

O dólar comercial, outro índice que aponta a direção do mercado e o humor dos investidores, encerrou o dia perto da estabilidade, com um leva baixa 0,02%, fechando a R$ 3,11.

Em um primeiro momento, a última denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot, na qual ele classifica parte do PMDB como organização criminosa tendo o presidente Michel Temer como o chefe, não atingiu o mercado financeiro.

A GME HUB ouviu alguns especialistas do mercado financeiro e houve um consenso que, apesar da gravidade das acusações, a denúncia não trouxe nenhum fato novo que que possa mover o congresso nacional a aceitar a o pedido de Janot.

O contexto da denúncia é praticamente o mesmo e já era esperado. Os analistas entendem que Temer tem o controle sob o Congresso e ele deve conseguir os votos necessários para bloquear as investigações.

A ausência de turbulência na economia é outro fator determinante para a trajetória de alta da bolsa e a normalidade de negócios com o câmbio. Outros fatores são a queda dos juros, a inflação baixa, a expectativa de recuperação do PIB e as próprias cotações dos ativos em bolsa, que cotados em dólar, continuam com preços baixos.

Em um contexto mais amplo, os sinais de recuperação ainda não são consistentes e a agenda de reformas ainda está ameaçada, já que a nova denúncia da Procuradoria Geral da República deve paralisar governo que estará forcado em conquistar apoio no Congresso. Portanto, mesmo com uma tendência de alta poderá haver solavancos até as reformas entrarem para valer na agenda de votação no congresso.

Na visão dos especialistas, a bolsa já subiu bastante e um movimento de venda é esperado para qualquer momento, já que muitos investidores devem realizar lucro de posições compradas com o índice médio 50 mil pontos, logo após a queda provocada pela divulgação das gravações de Joesley Batista – que comprometeram Temer - em maio de 2017.