O diretor geral no Brasil diz que o automóvel está deixando de ser visto como "objeto de posse" e se tornando "meio de uso". E que muitos taxistas estão migrando para o sistema. Veja a entrevista.